sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Ganho de massa muscular

A massa muscular (músculos) é importante não só para aqueles que praticam atividade física. Com ela  a gente reduz lesões, melhora a capacidade funcional do corpo e vários estudos apontam e relacionam o ganho de massa muscular com uma maior longevidade.
Mas a questão é : Como ganhar massa muscular?


Inicialmente é importante explicar como funciona o processo de ganho de massa. 

Pense que quando um músculo é "posto à prova", quando sofre um desgaste , ele tenta "se proteger" para que você não sinta mais o efeito do exercício. Desta forma o músculo cria uma "proteção" uma camada mais espessa para que você não sofra mais  os danos que você causou fazendo o exercício.

Então o mecanismo de ganho de massa é uma SUPERCOMPENSAÇÃO do seu corpo quando esse tecido é degradado.
Basicamente três são os fatores que mais influenciam no processo de ganho de massa muscular. São eles:

TREINAMENTO
ALIMENTAÇÃO
SONO/DESCANSO


Em relação ao treinamento , os exercícios contra uma resistência , treinos de força, são os que mais geram lesão nesse tecido muscular para que seja necessário o mecanismo de SUPERCOMPENSAÇÃO para aumento de volume.

Já alimentação é fundamental ser rica em proteínas e aminoácidos que serão utilizados como nutrientes desse tecido. As proteínas e os aminoácidos são os chamados blocos construtores.
Então para que você ganhe massa muscular é necessário a ingestão desses nutrientes em quantidades adequadas e nada melhor que o apoio de um nutricionista para ajudar nesse quesito.

Já a recuperação é um item muito negligenciado e muitas pessoas não dão bola para isso, mas o sono e principalmente a qualidade do sono , bem como o período de intervalo entre um treinamento e outro fazem toda a diferença para que você tenha êxito nesse processo. É durante o sono  que são produzidos os hormônios e um bom sono aumenta essa produção e um período de descanso adequado entre um treinamento e outro faz com que o músculo se adapte e não sofra mais como sofreu no treinamento anterior.

Espero que tenham gostado.
Consulte sempre um profissional formado , com registro no CREF e um nutricionista para melhor orientá-los.
Grande abraço
Lydia Guerreiro





quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Dieta da Ruiva

A Dieta da Ruiva vem para dar aquela forcinha que faltava para quem quer entrar em forma  na dieta e não tem tempo e nem saco para cozinhar fit. Tudo gostoso, bem feitinho e com ótimo tempero. E o melhor FIT e saudável.
Informe-se, consulte  as condições e descontos possíveis caso você deseje adquirir um cardápio personalizado e informando, no ato do pedido,  o meu nome LYDIA.

A Ruiva e cia. vão te atender muito bem.

Mas não esquece de se informar e confirmar as condições  válidas para o desconto e informar o meu nome LYDIA para obter esse benefício.


10% desconto para pagamento à vista -transferência
ou
6% desconto no cartão

Válido somente para os pedidos de cardápio personalizado (kits prontos não vale) 

Atende SP e RJ

fone whatsapp (11) 943702812

Profissão Personal Trainer

Um empreendedor de energia e conhecimento. É assim que começa a se definir um personal trainer de sucesso.


Um empreendedor de energia e conhecimento. É assim que começa a se definir um personal trainer de sucesso.
Sua semana típica de trabalho começa com ele acordando às segundas-feiras, mais cedo do que todos seus clientes, totalmente auto-motivado e consciente de que, além do conhecimento técnico preciso para desenhar e ministrar sessões de treinamento, seu trabalho também é levar uma dose invisível de energia para motivar cada um de seus clientes a realizar o que for proposto.
Desenvolver uma personalidade inscansavelmente motivadora é outro aspecto fundamental, afinal o trabalho implica em colocar as pessoas para se mexer e muitas delas não são exatamente fãs de exercícios.
Para ser personal trainer não é necessário ser maluco por exercícios e nem ter um corpo esteticamente perfeito, porém saber investir em sua própria imagem e saúde, comprometendo-se com uma vida saudável e ativa, é um comportamento que deve acompanhar o personal trainer por toda a sua carreira. O cuidado especial com seu próprio corpo se estende inclusive para aquele jogo de futebol com os amigos no final de semana porque a qualidade do trabalho pode ficar severamente comprometida caso se frature um dedinho do pé.
Ser personal trainer implica em se doar de um modo especial para um estilo de vida capaz de influenciar e inspirar outras pessoas a sair da inércia.
Muitas pessoas depositam no encontro com o personal trainer a esperança de resgatar ou construir algo e, para que isso aconteça, a disponibilidade do profissional deve ser integral. Não é possível ser personal trainer se não o for vinte e quatro horas por dia.
Talvez um dos maiores desafios dessa atuação profissional seja a necessidade de ajuste individual não apenas das atividades, mas principalmente da comunicação. É imprescindível entender que cada cliente demanda um tipo diferente de contato. Não existe uma solução única e que sirva para todos.
Além de um expert em exercícios, o personal deve se posicionar como uma autoridade nos assuntos relacionados à qualidade de vida. Suas sessões de treinamento e suas orientações devem sempre contemplar todas as áreas adjacentes ao exercício físico.
Compreender o papel do repouso, da nutrição, do gerenciamento de tempo e stress e até mesmo das preferências comportamentais das pessoas e integrá-los às prescrições de treinamento permite que o personal trainer seja capaz de possuir sob seus cuidados desde atletas de alta performance até pessoas que estão iniciando a aventura de adotar uma vida com um pouco mais de movimento.
Um bom personal trainer gerencia de maneira precisa suas prescrições de treinamento, ajustando-as às necessidades e objetivos de cada cliente. Um personal trainer de excelência vai além: administra bem não só aspectos técnicos como também faz com maestria a gestão do relacionamento com seus clientes através de contatos presenciais e remotos, além da gestão de seu nome e das atividades necessárias para que seu trabalho se transforme em um negócio próspero e de alta qualidade.
Ao contrário do que muitos podem pensar, é possível, desejável e lucrativo para o profissional de Educação Física investir a maior parte do seu tempo, energia e recursos para trilhar uma carreira de sucesso nesta atuação pois personal trainers são os profissionais responsáveis por ajudar as pessoas a resolver um dos maiores problemas da humanidade atualmente: o sedentarismo.
É uma profissão quase mágica… clientes começam acreditando que é o personal trainer quem vai treinar por eles e acabam descobrindo que isso é impossível.

Ninguém pode dar um passo sequer por eles. Toda a responsabilidade pelos resultados vem do potencial de cada um dos clientes e o melhor que o personal trainer pode fazer é estar ao lado deles, validando e comemorando cada conquista, por menor que seja. E ainda assim, muitos vão creditar seus resultados aos seus personal trainers.
Por fim, cabe compreender que personal trainers são agentes facilitadores de mudança na vida das pessoas. Através das sessões de treinamento e do acompanhamento sistemático, devem oferecer sistemas sofisticados de suporte social e patrocínio emocional para ajudar as pessoas a se tornarem a melhor versão delas mesmas. E, apesar da impossibilidade de treinarmos pelos outros, quando alguém de quem cuidamos transforma-se em uma pessoa melhor, nós também nos tornamos. Ser personal trainer é uma das melhores ocupações profissionais que existem.
Matéria publicada pelo site Gestão Fitness 

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Né!


Alimentos anti-inflamatórios e exercícios físicos

Alimentos anti-inflamatórios e exercício




Já está bem documentado na literatura científica que treinamentos intervalados de alta intensidade trazem inúmeros benefícios à saúde, como melhora na composição corporal, no consumo máximo de oxigênio e resistência muscular. Porém, esse tipo de treinamento também gera inúmeras adaptações fisiológicas que são importantes para a resposta adaptativa ao exercício como: o estresse oxidativo e inflamação. Contudo, se não modulado adequadamente, o estímulo desequilibrado do estresse oxidativo induzido por treinos intensos, prolongados, ou exaustivos, gera um processo inflamatório crônico que pode levar a prejuízos no desempenho esportivo e danos às células, aumentando os riscos de lesões, overtraining e overreaching, devido principalmente à falta de suporte nutricional adequado para a modulação deste quadro.
Diversos alimentos podem atuar na modulação da inflamação e dano muscular induzido pelo exercício, quando consumidos de forma equilibrada e como parte de uma alimentação saudável e orientada de acordo com as necessidades individuais de cada esportista.
GENGIBRE
O gengibre é utilizado tradicionalmente há centenas de anos, e contêm diversos compostos bioativos, como os gingeróis, zingerones e geraniol, os quais possuem capacidade anti-inflamatória, imunomoduladora, analgésica e antioxidante. Desta forma, o seu consumo diário pode contribuir para a modulação do estresse oxidativo e inflamação induzidos pelo exercício, reduzindo a dor e as lesões que o excesso de radicais livres e citocinas inflamatórias podem causar, auxiliando na manutenção da performance. Além disso, tem uma potente ação anti-hemética que pode auxiliar na redução de náuseas e enjoos que ocorrem durante treinos intensos.
PIMENTA VERMELHA
A capsaicina é um dos componentes ativos presentes na pimenta vermelha, como a malagueta e cayena, que também possui uma importante ação antioxidante e anti-inflamatória. A utilização destas pimentas na alimentação pode ajudar a reparar o dano induzido pelo estresse oxidativo provocado durante os treinamentos, reduzindo as chances de um processo inflamatório exacerbado. Uma dica é colocar as pimentas no azeiteiro e consumir esse azeite aromatizado sob preparações frias como saladas.
CHÁ VERDE
O chá verde contém as catequinas, substâncias ativas que podem melhorar a defesa antioxidante dos praticantes de atividade física, auxiliando na modulação do estresse oxidativo induzido pelo exercício, o que ajuda a atenuar lesões musculares e danos às células, o que torna a recuperação mais rápida. Estudos em praticantes de exercícios de força demonstraram que o consumo diário de chá verde melhora o dano muscular mais rapidamente, preparando o músculo para a próxima sessão de treinamento de força amenizando a queda no desempenho nesse tipo de treinamento.
SUCO DE UVA
O suco de uva é rico em várias substâncias antioxidantes, como o resveratrol. Assim o consumo de suco de uva (especialmente o orgânico) contribuirá de maneira valiosa para aumentar a proteção antioxidante e anti-inflamatória de esportistas e atletas, ajudando na recuperação e desempenho. Uma dica é utilizá-lo para diluir suplementos, como a creatina, que necessita de carboidratos para sua melhor absorção.
SUCO DE TOMATE
O suco de tomate (orgânico) contém grandes quantidades de licopeno, um composto bioativo com importante capacidade antioxidante, e que tem mostrado benefícios para atletas de alto nível como corredores de maratona e em treinos anaeróbios, reduzindo os níveis de marcadores de danos musculares e protegendo contra os altos níveis de radicais livres causados pelo exercício, contribuindo para a obtenção de bons resultados para a performance física. Em exercícios de alta intensidade, estudos demonstram redução dos níveis de CPK (creatinoquinase) e LDH (lactato desidrogenase) que são marcadores do dano muscular induzido pelo exercício.
CÚRCUMA E OUTRAS ESPECIARIAS
A cúrcuma é um condimento utilizado há milênios, e é muito conhecido por sua ação anti-inflamatória e antioxidante. Assim, o seu consumo dará suporte ao sistema imunológico e antioxidante do esportista, auxiliando o organismo a se preparar para o estresse oxidativo que o treinamento causará, reduzindo a intensidade de danos musculares e inflamação, contribuindo para a recuperação e rendimento, melhorando os resultados dos treinos. Uma dica é fazer uma mistura de especiarias antioxidantes como: alecrim, sálvia, tomilho, pimenta preta, cúrcuma e cardamomo.
Dentre as especiarias podemos citar ainda a cebola e o alho, temperos básicos da gastronomia brasileira, que exercem um papel importante no sistema antioxidante e imunológico, graças ao seu rico conteúdo de nutrientes, como vitaminas complexam B, vitamina C, vitamina E, aminoácidos e ácidos graxos, bem como princípios ativos, especialmente os compostos sulfurados.
FRUTAS VERMELHAS
As frutas vermelhas se destacam pela alta concentração de vitamina C e compostos bioativos como as antocianinas, os flavonoides e elagitaninos. Esta composição faz com que estas pequenas frutas tenham uma importante capacidade antioxidante e anti-inflamatória no organismo, e quando incluídas dentro de uma alimentação balanceada, ajudam a proteger contra danos causados pelo estresse oxidativo e a fortalecer o sistema imunológico de atletas e praticantes de atividade física. Combinam muito bem quando associadas à um suco de açaí que tem propriedades nutricionais muito similares à elas.
 ABACATE
O abacate, além de contribuir para o aporte de energia, é uma excelente fonte de “gorduras boas”, as monoinsaturadas e poli-insaturadas, e, ainda, contém vitamina E, magnésio e β-sitosterol, componentes que auxiliarão na modulação da proteção antioxidante, anti-inflamatória e do sistema imunológico, sendo uma ótima opção de fruta para indivíduos em programas de treinamento intenso. Uma dica é incluí-lo no lanche da tarde para ajudar a reduzir a fome do final do dia, pois tem uma potente ação na saciedade.
É importante ressaltar que todos estes alimentos, apesar de seus benefícios na modulação do estresse oxidativo e inflamação, devem fazer parte de uma dieta equilibrada, saudável e individualizada, para que estes efeitos não desequilibrem os processos adaptativos do exercício. Procure sempre a orientação de um nutricionista funcional para a obtenção de um plano alimentar individualizado e adequado ao seu treinamento, alcançando melhores resultados no seu desempenho esportivo.
Referências Bibliográficas:
 1.BLACK,C.D.;HERRING,M.P.;HURLEY,D.J.Et al. Ginger (Zingiber officinale) reduces muscle pain caused by eccentric exercise. J Pain; 11(9):894-903, 2011.
2.NASCIMENTO, P.L.; NASCIMENTO, T.C.; RAMOS N.S.et al. Quantification, Antioxidant and Antimicrobial Activity of Phenolics Isolated from Different Extracts of Capsicum frutescens (Pimenta Malagueta). Molecules;19(4):5434-47, 2014.
3.HARAMIZU, S.; OTA, N.; HASE, T. et al. Catechins suppress muscle inflammation and hasten performance recovery after exercise. Med Sci Sports Exerc; 45(9):1694-702, 2013.
4.JÓWKO, E.; SACHARUK, J.; BALASIŃSKA, B. et al. Green tea extract supplementation gives protection against exercise-induced oxidativedamage in healthy men. Nutr Res; 31(11):813-21, 2011.
5.O'CONNOR, P.J; CARAVALHO, A.L.; FREESE, E.C. et al. Grape consumption's effects on fitness, muscle injury, mood, and perceived health. Int J Sport Nutr Exerc Metab; 23(1):57-64, 2013.
6.SAMARAS,A.;TSAROUHAS K.; PASCHALIDS,E. et al. Effect of a special carbohydrate-protein bar and tmato juice supplementation on oxidative stress markers and vascular endothelial dynamics in ultra-marathon runners. Food Chem Toxicol;, 69:231-6, 2014.
7.HARMS-RINGDAHL, M.; JENSSEN, D.; HAGHDOOST, S. Tomato juice intake suppressed serum concentration of 8-oxodG after extensive physical activity. Nutr J; 11:29, 2012.
8.TAKAHASHI, M.; SUZUKI, K.; KIM, H.K. et al. Effects of Curcumin Supplementation on Exercise-Induced Oxidative Stress in Humans. Int J Sports Med; 35(6): 469-475, 2014.
9.MCANULTY, L.S.; NIEMAN, D.C.; DUMKE, C.L. et al. Effect of blueberry ingestion on natural killer cell counts, oxidative stress, and inflammation prior to and after 2.5 hof running. Appl Physiol Nutr Metab; 36(6):976-84, 2011.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

#partiupico. Está chegando CircuitoFlow Diversidade OUTUBRO 2017

Após 6 mêses de nosso ultimo Circuito Flow quando subimos o Pico do Jaraguá pela trilha do Pai Zé, ele está chegando já agora no primeiro domingo do mês de outubro, mesma galera, mesma turma ponta firme de sempre e mais alguns que PROMETERAM que irão!!! Relembre as fotos da nossa última aventura Circuito Flow!  bj e até lá.




O treino não para!!


Porque alongar também faz parte!


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

11 hábitos que você precisa abandonar para se ver livre da gordura abdominal !

Se não eliminar  esses 11 hábitos, você nunca vai se ver livre da gordura abdominal



Como eliminar gordura abdominal

1. Suar a camisa na academia com séries longas e intermináveis  de abdominais,  não garante o resultado desejado.  
2. Prescrições equivocados, diga-se de passagem, podem fazer você se esforçar à toa. Restringir somente à exercícios de cardio, moderados, e de longa duração,  por exemplo, não farão sua barriguinha desaparecer. Uma combinação com HIIT  é essencial para eliminar a gordura abdominal.
3. Dormir poucas horas por noite, acredite, também faz com que você acumule gordura abdominal. O descanso noturno tranquilo e de qualidade regula hormônios relacionados ao apetite e melhora o funcionamento do metabolismo.
4. Será difícil ainda emagrecer se não conseguir controlar aspectos emocionais. O estresse, por exemplo, não contribui apenas para o ganho de peso por fazer você comer de forma errada. O cortisol, o hormônio do estresse, ainda pode aumentar a quantidade de gordura do corpo, especialmente na região abdominal.
5. Quem ainda não cortou do cardápio comidas prontas e processadas não conseguirá secar a barriga. Além de trazer prejuízos à saúde, alimentos industrializados são um dos principais vilões que contribuem para a gordura abdominal.


6. Você exagera no consumo de gorduras saturadas, como as encontradas em carne vermelha e laticínios, que contribuem para o aumento da gordura visceral. Aposte nas gorduras boas presentes em azeite de oliva e abacate, por exemplo.
receita cabelo abacate 0916 400 8257. Seu cardápio é pobre em frutas, legumes, verduras e cereais integrais? Então saiba que precisa fazer algumas mudanças na alimentação e incluir opções do gênero, pois, ricas em fibras, elas ajudam no bom funcionamento do trato intestinal, evitando o excesso de volume abdominal.
8. Se bebe pouca água durante o dia, cuidado: além de eliminar toxinas e combater o inchaço, manter a hidratação do corpo é importante para que o cérebro não confunda sede com fome, fazendo você comer mesmo saciada.
9. Outro hábito que atrapalha a perda da barriga e ainda prejudica a saúde é o consumo exagerado de açúcar. Alimentos doces produzem resistência à insulina, fazendo com que o corpo armazene mais gordura na região abdominal.
chocolate doce gula 0317 400x80010. Procure manter o hábito de começar as refeições com as saladas. Além de driblar a fome em excesso, você consume assim mais opções saudáveis e garante saciedade com alimentos leves e ricos em fibras que combatem a gordurinha na barriga.
11. Pular o café da manhã é outro hábito que também contribui para o aumento de peso e gordura abdominal. A primeira refeição do dia garante energia e evita fome exagerada no almoço, além de afastar a fissura por alimentos gordurosos (gordura ruim).

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Acompanhamento é tudo!


10 passos para uma alimentação saudável e a Regra de Ouro

A REGRA DE OURO :

PREFIRA SEMPRE ALIMENTOS IN NATURA OU MINIMAMENTE PROCESSADOS E PREPARAÇÕES CULINÁRIAS A ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS 

Só o IMC não diz como você está!

Para saber se o seu peso está adequado à sua altura e se você está saudável, é preciso ir além do Índice de Massa Corporal (IMC). Existem algumas técnicas e parâmetros que são usados pelos profissionais de saúde para se avaliar de forma mais precisa o seu peso. Confira abaixo:

  • Percentual de gordura:
    Indica o quanto de gordura tem no seu corpo. O percentual ideal varia de acordo com o sexo e a idade.
  • Bioimpedância:
    Exame capas de detectar, por meio de uma corrente elétrica, o peso da sua massa magra e da gordura, bem como o percentual de hidratação. Para a realização da bioimpedância, são colocados dois pares de eletrodos adesivos na mão e no pé direito, por onde circula a eletricidade. Existem diversos tipos de equipamentos para realização desse exame. O procedimento é rápido e indolor, mas requer preparo (não consumir bebidas e alimentos estimulantes, bebidas alcóolicas e não fazer atividade física nas 24 horas anteriores) e deve ser realizado por um profissional de saúde para orientação e interpretação dos resultados.
  • Circunferência de cintura:
    Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS),é a medida da região do abdômen, no ponto médio entre a borda inferior da última costela e a borda superior da crista ilíaca, onde pode se concentrar a gordura visceral, diretamente relacionada a diversos riscos, como aumento da pressão arterial, diabetes e colesterol alto, fatores que elevam o risco de doenças cardiovasculares. Daí a importância dessa medida, que você mesmo pode tirar com o auxílio de uma fita métrica. Veja como: (link)
    A Organização Mundial da Saúde (OMS) estabelece que a medida igual ou superior a 94 cm em homens e 80 cm em mulheres indica risco de doenças ligadas ao coração.
  • Relação cintura x quadril (RCQ):
    É o cálculo que se faz a partir das medidas da cintura e do quadril para verificar o risco de doenças cardiovasculares. Essa é outra medida que você pode tirar com o auxílio de uma fita métrica.
    A relação cintura-quadril é calculada dividindo-se a medida da circunferência da cintura em centímetros pela medida da circunferência do quadril em centímetros. O índice de corte para risco cardiovascular é igual ou maior que 0,85 para mulheres e 0,90 para homens. Um número mais alto demonstra maior risco. Quanto menor o valor da relação, melhor. Mulheres com RCQ de 0,8 ou menos, ou homens com RCQ de 0,9 ou menos são considerados "seguros". Uma relação de 1,0 ou maior, para qualquer gênero, é considerada "em risco”.Le

  • re-se
LEMBRE-SE:

Ser saudável é muito mais do que ter boas medidas. Algumas análises só são viáveis por meio de exames laboratoriais, como nível de glicose, triglicerídeos, colesterol. Uma pessoa pode estar com o peso adequado, ter uma alimentação balanceada e, ainda assim, ter diabetes, por exemplo. Não deixe de buscar orientação com um profissional de saúde.   
  • O que compõe o nosso peso?
    O peso corporal é composto pelo que chamamos de massa gorda e massa magra. Massa gorda é a gordura que temos no corpo. Massa magra é o conjunto formado por nossos músculos, órgãos, ossos, sangue e demais líquidos corporais.
  • Massa gorda é ruim?
    Depende de como a gordura está acumulada no seu corpo e da proporção entre essa gordura e o seu peso total. A gordura desempenha um papel importante. Em quantidades ideais, ajuda a proteger do frio e isola nossos órgãos contra impactos. Já em excesso, a gordura pode causar diversos males à saúde, como diabetes, hipertensão arterial, dislipidemia (colesterol alto) e problemas cardíacos. Além disso, o acúmulo de gordura na região do abdômen oferece riscos específicos que merecem sua atenção.
    Portanto, o objetivo não deve ser acabar com toda gordura do corpo, mas sim reduzir o percentual de massa gorda a um nível adequado, conforme a orientação do profissional de saúde.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Pode chegar!!!


Eu simplesmente amo a Primavera. E esse ano esta estação maravilhosa começa às 17h02 (sem horário de verão) do dia 22 de setembro de 2017; e termina em 21 de dezembro de 2017.  Ou seja faltam 11 dias para oficialmente iniciar a estação na qual a natureza mais provem , a mais colorida e a mais fertil ..siiimmm , ela a PRIMAVERA !!!😍😍😍😍😍.
Todas as estações do ano são mágicas.  Mas a primavera é especial. Ver as transformações das cores, da paisagem… é algo incrível! E simmm já é possível perceber o humor das pessoas nas ruas se alterando, diminuindo a quantidade de roupas, mais vontade de treinar… ahhhh! 

Ela a PRIMAVERA😍😍😍😍😍. 

Pode chegar!!!

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Falta de tempo , filhos etc.. tudo isso é DESCULPA

Olha só pra você que até pensa em treinar mas nunca começa, ou então falta pra caramba, não mantém a rotina, e vive dando desculpa que não tempo, que isso que aquilo, é o cachorro, o filho, blá, blá blá....

Olha só minha orientação é a seguinte:
FALTA PRIORIDADE

O primeiro passo e priorizar um horário Fixo para treino. O SEU HORÁRIO, aquele momento onde VOCÊ para tudo e a PRIORIDADE é VOCÊ e seu TREINO.

Pois na correria do dia a dia , filhos, casa, trabalho, etc.. etc... etc... sempre vai ter uma desculpa e se não determinar um horário fixo não conseguirá manter uma rotina de treino. Pelo menos no inicio, depois fica mais fácil

Falei agora com uma moça ao telefone whatsapp , falei para ela tenho alunos que treinam as 6 da manhã, têm filhos, casa , trabalham longe etc... outros que vão e voltam para outras cidades todos os dias e ainda assim Treinam...

E outra , ainda não acredito em orientação de treino online à distância com encontros esporádicos. Pelo menos meu formato de trabalho e serviço não é assim!
Quem sabe um dia......

Ou seja 
FALTA PRIORIDADE para os TREINOS e para VOCÊ acima de TUDO!

VALORIZE-SE

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Correr é a melhor forma de perder a barriga?

Se você acha que correr é a melhor forma de "perder a barriga " eu te digo que não é a melhor forma e que  melhores resultados vão depender da maneira como você corre !

A corrida de longa duração e intensidade moderada e  constante (assim como qualquer exercício muito prolongado) aumentam o apetite e frequentemente este é maior  à quantidade de calorias queimadas durante a prática da atividade desse tipo.
Uma pessoa comum que decide praticar corrida para emagrecer, com uma certa frequência vai acabar comendo mais do que deveria. Novamente, correr perde barriga mas também aumenta o apetite,  sem falar num  fenômeno chamado de “síndrome do merecimento”,ou da compensação.
Funciona assim:
  • Sujeito pratica a corrida
  • Fome aumenta
  • Sujeito acha que por ter corrido, pode se dar ao luxo de comer um pouco mais
  • Cria o hábito de abrir exceções por conta dessa “compensação”
  • O ciclo se repete e os quilos (e a barriga) não vão embora
E isso é comprovado por estudos científicos.

Mas então qual a melhor forma de perder barriga?

Se já sabe-se que o mantra “correr perde barriga” não é tão garantido assim, o  que resolve?
Correr,    mas.....Calma. É o jeito que você corre.
Porque correr perde barriga quando você faz os chamados sprints.
Sprint é uma arrancada, onde você fará esforço máximo ou submáximo em tiros, com duração que pode variar de 30 a 45 segundos 1 minuto.
Como funciona: 
1- Correr em tiros faz você produzir quantidades elevadas do hormônio do crescimento (GH). Esse hormônio ajuda a construir musculatura, queimar gordura e manter você jovem. Basta ver que muita gente paga milhares de reais por injeções de GH. Então comece a correr em sprints que você consegue seu GH grátis! 
2- Correr em sprints também resulta em consumo de oxigênio pós exercício aumentado, o chamado efeito “afterburner”. O que é isso? Em resumo, você queima gordura por diversas horas após os sprints. Ao passo que correr normalmente só queima gordura naquele momento. Quando você para, a queima para junto. Ou seja, fazendo sprints você obtém mais por menos. 
3- Correr em sprints previne o gasto muscular. Como uma imagem vale mais do que mil palavras, confira as aparências de um velocista versus a de um maratonista, e tire suas conclusões:

Qual dessas formas físicas você prefere?
E é desejável que você preserve o máximo de musculatura possível.
Quanto mais músculos você tiver, mais rápido será o seu metabolismo, e aí sim, você será capaz de queimar aquela gordura que teima em aumentar sua pança.
Mais além, será mais fácil a manutenção no longo prazo.
Tenha em mente porém, que construção muscular é trabalho duro. Não tem atalho. E perder essa musculatura é fácil, especialmente se você correr por longos quilômetros.

Conclusão

Bom, está aí a realidade.
Correr perde barriga sim, mas depende da forma como você faz. Pensando como todo mundo pensa (certeza que a palavra esteira apareceu na sua mente), será mais fácil você perder músculo do que barriga.
Não esqueça que 80% do emagrecimento é dieta.
Se correr, procure exercícios curtos e intensos, como os sprints e o hiit.
E melhor ainda, adicione alguma forma de treino de força na sua rotina (leia-se musculação).
E assim você terá as melhores chances de obter os resultados que tanto deseja.


Referências:
http://comeceaemagrecer.com.br/correr-perde-barriga/

Não tem milagre!!!



hahahahaha pensou o quê??   Tem milagre não galera.  

Somente com alimentação correta e rotina de exercícios. Ai sim você consegue os resultados e demora viu...   Nada acontece da noite para o dia, tem que insistir, perserverar, ter muita força de vontade e determinação. Não pode desistir no meio do caminho, ou dar escapadinhas aparentemente inofensivas....

Auditivo, visual ou cinestésico. Que tipo de aluno é você?


As pessoas não são iguais - cada um é de um jeito e aprende de uma forma diferente. Saber identificar qual é o modo de aprendizagem do seu aluno para facilitar a vida dele no treino e melhorar os resultados e faz bastante diferença no trabalho do personal. 

Sabia que existem pessoas  que são mais dadas, tem mais facilidade de aprendizagem, ao "toque", são mais cinestésicas?

E aquelas pessoas que são mais "visuais" , que aquilo que veem é o que mais as estimula ?

E pessoas mais "auditivas"que são mais estimuladas com sons?


Ter essa percepção é muito importante na hora de ensinar um movimento novo ou fazer alguma correção de execução pois  pode acontecer de o aluno precisar apenas de "um toque no calcanhar" para melhorar a posição dos pés no agachamento  ou alguns "estalares de dedos ritmados" para alcançar a velocidade de execução de um exercício , da forma desejada.


Bom para você, melhor para ele!
Bons treinos Sucesso




Visual: o que veêm é tudo

Auditivo: vale mais escutar

Cinestésico: um toque e pronto 

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Não Caia no Sedentarismo!

Com as péssimas condições de nossas ruas e calçadas, o simples hábito de caminhar ou passear com o cachorro torna-se um risco à nossa saúde. Pisar num buraco, tropeçar numa pedra, escorregar em piso molhado ou lodo podem resultar danos como torções ou traumas em ligamentos (até rupturas).
 Você sabia que um indivíduo fisicamente ativo tem esse risco diminuído?Exercitando qualidades físicas como força, potência, equilíbrio e agilidade, uma pessoa pode ter a velocidade de reação suficiente para recompor seu movimento ao tropeçar ou escorregar, evitando, assim, a queda. Uma pessoa idosa treinada, consegue preservar boa parte de sua força muscular, ao retardar a perda de massa magra natural com o avançar da idade. Consegue abaixar para apanhar um objeto sem tontura ou desequilíbrio e levantar de forma segura. Grávidas conseguem se adaptar mais facilmente à mudança de seu centro de gravidade com a evolução da gestação. Apenas para citar alguns exemplos. 

Quando entendemos que devemos praticar atividades físicas com objetivos além da fita métrica, observamos o quanto nossa saúde está diretamente ligada aos nossos bons hábitos e o quanto podemos melhorar nossa qualidade de vida.

Para isso é necessário que as nossas rotinas de treinamento incluam exercícios que explorem essas capacidades físicas, ainda que não seja seu objetivo principal, mas que auxilie e torne seu corpo preparado para situações de risco, ou acidentais, evitando ou minimizando danos, ou ainda, auxiliando na recuperação.

Dor nas costas? Mexa-se para melhorar!

Antes de seguir nesse texto lá vai a primeira e importantíssima sugestão: Se você sente dores nas coluna que incomodam no seu cotidiano, investigue! Vá ao médico, faça os exames necessários, descubra as origens dessas dores para fazer o tratamento mais adequado para resolver ou controlar o problema. E então, peça o aval do seu médico para realizar as atividades físicas. Atente que alguns médicos por excesso de cautela ou desinformação sobre a capacidade do profissional de educação física algumas vezes optam por não recomendar exercícios físicos para alguns casos, nessa situação, converse com seu professor e avaliem o caso, o personal trainer pode inclusive dialogar com seu médico e descobrir a causa da "proibição'.

As dores nas costas podem ter diversas origens, as mais comuns ocorrem por fragilidade e/ou encurtamento da musculatura dorsal, vícios posturais, obesidade, abdome enfraquecido. Ainda, no trabalho, onde os esforços repetitivos, carregamento de pesos, trabalho por longos períodos sentado ou em pé também trazem danos a saúde da coluna vertebral. Tais desequilíbrios e desvios posturais podem trazer problemas mais sérios e de tratamento mais complexo como hérnias.

A atividade física bem orientada por profissionais qualificados podem trazer bastantes benefícios e em muitos casos livrá-lo da dor nas costas, justamente por tratar da causa desses incômodos. As modalidades podem ser as mais variadas e com objetivos distintos com foco na respiração, trabalho abdominal e condicionamento postural permitindo um fortalecimento e correção da musculatura dorsal e abdominal a ponto de evitar ou diminuir significativamente as dores. 
O treinamento funcional, também tem um foco importante para a musculatura CORE (que compreende abdome, pelve e dorsais), uma vez que os trabalhos voltados para sanar as assimetrias, ativar a musculatura profunda, muitas vezes pouco utilizada e encurtada, com exercícios proprioceptivos, trazem excelentes resultados nesse âmbito.

Outra modalidade de grande importância nesse combate a dor nas costas sem dúvida é a musculação. E aqui é uma daquelas onde alguns médicos usam de excesso de cautela. Pois é necessário um cuidado maior com relação a execução dos movimentos, controle de cargas, periodização frequência de treinos entre outros fatores. E se o paciente não dispõe desse acompanhamento especializado os riscos podem ser maiores que as vantagens. mas é inegável que um bom trabalho de força, e hipertrofia, aliado ao controle do peso evitam, controlam e até curam as dores na coluna.

Por fim, os alongamentos são sempre bem vindos, sessões de massagem e meditação (como técnicas Reiki ,e Yoga) são capazes de aliviar tensões relaxar a musculatura e descarregar muito do estresse que o cotidiano nos trás e debilitam nossa saúde.
Em grande parte das situações as dores não são incapacitantes, mas apenas um alerta! Um sinal para que esse corpo se movimente. Mas se movimente de maneira correta e orientada, com prazer e sem pressões de trabalho ou estudos. Usar o exercício físico como uma válvula de escape pode ser um santo remédio.





5 motivos que farão você enxergar o personal trainer como uma de suas prioridades

 5 motivos que farão você enxergar o personal trainer como uma de suas prioridades:
  1. • O atendimento individualizado do personal training é um efetivo método para mudança de atitudes, contribuindo para o aumento na quantidade de atividade física praticada (McClaran, 2003).
  2. • A supervisão direta aumenta a aderência ao programa de exercício físico (Coutts et al., 2004)
  3. • A presença do personal trainer contribui para a execução de treinos mais intensos (Ratamess et al., 2008)
  4. • Indivíduos que treinam com personal trainer apresentam maiores níveis de motivação para as sessões de treino (Pina et al., 2014).
  5. • O nível de supervisão nos treinamentos influencia diretamente os ganhos de força, ou seja, quanto mais direta a supervisão, melhores os resultados (Gentil e Bottaro, 2010).

Veja  mais algumas vantagens para você:
  1. Atendimento e acompanhamento individualizado.
  2. Maior atenção na supervisão e correção dos exercícios, diminuindo o risco de lesões.
  3. Possibilidade de variação de modalidades de atividades e exercícios.
  4. Escolha de horários compatíveis com a disponibilidade e rotina diária do aluno.
  5. Elaboração de programas com objetividade e eficiência, atendendo o objetivo do aluno e sua individualidade biológica.
  6. Maior motivação causada pela presença do profissional para os dias de indisposição e falta de vontade para exercitar-se,
  7. Respeito às características pessoais: Físicas e psicológicas.
  8. Resultados concretos conquistados gradativamente.
  9. Feed beeck sobre as atividades realizadas.
  10. Indicado para quem busca bem-estar e melhor qualidade de vida seja na melhoria da estética ou da saúde, sedentários em geral, idosos, adultos, adolescentes e pessoas que estejam se recuperando de lesões músculo esquelética (após a fase de fisioterapia).
Venha treinar comigo !
LG FLOWFITNESS TRAINING
CNPJ 25.139.085/0001-14  - Santana -  São Paulo
Responsável Técnico:  Lydia Maria F.M.Guerreiro Barbosa CREF 093625 - G/SP 

Referências:
Coutts AJ et al. Effect of direct supervision of a strength coach on measures of muscular strength and power in young rugby league players. J Strength Cond Res 18(2):316-23,2004.
Gentil P, Bottaro M. Influence of supervision ratio on muscle adaptations to resistance training in nontrained subjects. J Strength Cond Res 24(3):639-43,2010.
McClaran SR. The effectiveness of personal training on changing attitudes towards physical activity. J Sports Sci Med 2:10-14,2003.
Pina F et al. Motivação para a prática de exercícios com pesos: influência da supervisão e do gênero. Rev Bras Ativ Fis Saude 19(2):168-77,2014.
Ratamess NA et al. Self-selected resistance training intensity in healthy women: the influence of a personal trainer. J Strength Cond Res 22(1):103-11,2008.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Por que contratar um personal trainer?

Treinar sozinho nunca foi uma tarefa das mais fáceis. Muitas pessoas que ingressam na academia tendem a se desmotivar e desistir. Para alcançar os resultados esperados é preciso disciplina e muita força de vontade. Assim, como alguns praticantes de atividades físicas nem sempre conseguem atingir seus objetivos sozinhos, o número de pessoas que buscam um serviço qualificado e individualizado cresce a cada dia.
Um dos fatores de maior relevância para se desejar treinamentos individualizados é que não existem dois seres humanos iguais (em relação às características genéticas, fisiológicas, aos hábitos alimentares, ao tipo de trabalho, estilo de vida, comportamento e preferências). Tudo varia muito de pessoa para pessoa, e surge, assim, a figura do Personal Trainer.
A escolha de fazer seus treinos com um professor particular é a garantia de exclusividade com foco em objetivos individuais. Em muitos casos, a contratação desse serviço, por ser considerado um investimento, faz com que a frequência aos treinos aumente, conquistando de forma mais rápida os resultados desejados.
O papel de um Personal Trainer é suprir e intervir, além de ser agente motivador e inovadorpara busca de uma melhor qualidade de vida, visando sempre oferecer para o seu cliente algum diferencial em relação à academia.
Existem muitas maneiras de encontrar um bom profissional, mas em todas elas procure sempre referências, analise bem os professores e, antes de optar por algum, procure saber a formação e as qualificações do profissional.
Sendo assim, seguem algumas dicas importantes para você escolher um bom Personal Trainer: 

• Cheque se ele possui registro no Conselho Regional de Educação Física (CREF): para exercer a profissão de Personal Trainer, o profissional deve possuir registro válido no Conselho Regional da profissão; 
• Referências: Consulte sempre  um aluno ou ex aluno, pois ele será a pessoa mais indicada para lhe fornecer informações; 
• Aula experimental: Faça uma aula experimental, pois é a melhor maneira de conhecer os métodos de treino e o perfil do seu Personal Trainer.  
• Conhecimento profissional: A maior qualidade que um Personal Trainer pode ter é o conhecimento, portanto procure saber a sua formação profissional (formação acadêmica e especializações em cursos na área de saúde) e se ela está atualizada. Esse é um bom indicador, pois, além da qualidade técnica, indica que ele dedica parte do seu tempo ao aperfeiçoamento continuado; 
• Empatia: Formação profissional é muito importante, mas lembre-se que o profissional escolhido ficará com você por muito tempo, então a sua empatia com ele também é fundamental; 
• Horário de treinamento: Escolha um profissional que se adapte aos seus horários disponíveis e não você aos dele; 
• Programa de treinamento: Peça ao seu professor uma programação de treinamento de pelo menos 90 dias, para atingir os seus objetivos.
 Acompanhamento constante: É importante que o profissional escolhido acompanhe os seus resultados por meio de avaliações físicas periódicas. Essa é a melhor ferramenta para medir a sua evolução em busca dos resultados desejados. Solicite ao seu Personal Trainer metas intermediárias; 
• Preço do serviço: Os valores cobrados pelos profissionais oscilam de acordo com a qualidade técnica de cada um e dependem da oferta e da procura, respeitando ainda a cultura regional pela prática de atividade física. Porém, fique atento aos extremos, desconfie de valores baixos ou altos demais.

Assim, independentemente de seus objetivos, se você estiver com um bom Personal Trainer ao seu lado, as chances de sucesso serão muito maiores.