Pular para o conteúdo principal

Treinamento - Dicas de segurança para usar o kettlebell

O kettlebell é uma ferramenta única de fitness.  Seu corpo reage ao kettlebell de maneira muito diferente do que ele faz com um haltere ou barra, por exemplo.  A natureza dinâmica da ferramenta significa que há muita força envolvida.  E quando você tem uma peça de metal em movimento e em alta velocidade, a segurança é uma preocupação fundamental!  Muita gente começar a usar o kettlebell sem entender completamente a natureza dinâmica da atividade, pulando logo para os exercícios avançados ao invés de primeiro focar nos princípios.
A  forma única do kettlebell é , de fato,  grande parte da sua eficácia. Há uma grande diferença entre segurar um kettlebell e segurar um haltere.  Quando você segura um haltere, o centro de massa está no meio da sua mão. Quando você mantém um kettlebell, o centro de massa está fora da mão.  Isso  é importante, e é o que faz o kettlebell tão dinâmico.
Segurando um kettlebell faz com que o braço de alavanca aumente. Isto cria um maior momento de força e também um maior momento de inércia.  Faz com que você trabalhe mais, porque tira a distribuição de peso do centro de gravidade, ajudando a melhorar os músculos estabilizadores do core.
Mas antes de você pegar o seu primeiro kettlebell, existem algumas regras simples de segurança que você precisa seguir:
Comece devagar.  A idéia é construir a sua carga de treinamento gradualmente. Não inicie o seu primeiro dia de treinamento com o kettlebell  tentando uma centena de repetições.  Seja esperto e progrida  no seu próprio ritmo.
Esteja ciente de seus "arredores", certificando-se de que  sua área de treino é clara e não há riscos de tropeçar ou causar "acidentes".
Nunca tente “salvar”  o kettlebell.  Haverá momentos em que o kettlebell  poderá escapar de você. Nunca tente salvá-lo. Sempre deixe-o ir. Deixe-o cair no chão e se afasta dele.
Use calçados apropriados.  Tênis minimalistas são ideais.
Domine a articulação do quadril em primeiro lugar. A articulação do quadril é o padrão essencial  de movimento por trás de quase todos os movimentos  explosivos com o  kettlebell.
Confira a pegada 
Desenvolva  e utilize a técnica adequada. Não execute os movimentos em alta intensidade no início até dominar completamente a técnica.
Concentre-se em todos os momentos. Trabalhar com kettlebells exige foco a partir do momento que você pega do chão até  o momento em que você leva para baixo e o deixa no chão.
Ouça o seu corpo. Isso se aplica a todas as formas de treinamento.
Se você seguir estas regras,  vai descobrir que  o kettlebell  é uma ferramenta de treinamento muito segura e extremamente eficaz.
Nota importante: os iniciantes devem estar cientes de que o treinamento com kettlebell cria mais dores musculares que outras formas de treinamento.  Esteja preparado para sentir dor em áreas como a região lombar, isquiotibiais, adutores, mãos, antebraços, tendões do cotovelo.  É recomendável usar protetores de punho. Certifique-se de que a dor é estritamente muscular e que não há dor nas articulações ou ossos.


Bons treinos!

Postagens mais visitadas deste blog

Em 2018 qual valor cobrar para o serviço de personal trainer?

VALOR DE SERVIÇOS PARA PERSONAL TRAINER



2018 está chegando e com ele surge uma dúvida: Qual valor cobrar pelos serviços prestados? O Personal Trainer, profissional de educação física, contratado para o atendimento exclusivo na avaliação, prescrição e acompanhamento de treinamento, deve estar atento ao cenário econômico atual ao repassar os valores dos seus serviços para o mercado fitness brasileiro. Como todo profissional autônomo , a manutenção dos custos para o desenvolver da função do personal trainer devem ser mantidos através da captação de recursos financeiros pela prestação dos serviços ofertados. Sendo assim, a sugestão é indexar esses serviços em um índice relevante na economia nacional. A sugestão desse artigo, como possível índice indexador é o salário mínimo nacional, que em 2018 passa a ser de R$ 969,00 (Novecentos e sessenta e nove reais), por um total de 12 treinos assistidos durante o mês; com esse dado chegaremos a um valor médio de hora aula de R$ 80,75 ( Oitenta reais…

IMC não reflete a composição corporal

Entenda de uma vez por todas que  1 kilo vai ser sempre 1 kilo  e pronto!  não é que um "pesa mais que o outro", mas sim uma questão de densidade. A densidade relaciona a massa de um material ao volume que ele ocupa
É significativa a diferença entre massa e volume da gordura e do músculo.  Porém, ao comparar músculo e gordura, chega-se à seguinte conclusão: o músculo é muito mais compacto. Um quilo de gordura é mais volumoso, ocupando muito mais espaço.
Veja bem 100 kilos de músculos ocupam menos espaço comparados com os mesmos 100 kilos de gordura. E no entanto ambos tem o mesmo IMC.










Impacto da prática de exercícios físicos sobre a variável psicológica da auto estima

Você sabe o que é auto estima? Tem idéia da relação que existe entre a prática regular de exercício físico e a variável psicológica da auto estima?

Rosenberg & Simmons (1972, cit. em Batista, 1995) referem que a auto-estima é um constructo  (constructo -substantivo masculino 1construção puramente mental, criada a partir de elementos mais simples, para ser parte de uma teoria. 2.psicobjeto de percepção ou pensamento formado pela combinação de impressões passadas e presentes.)multidimensional, que reflete todos os sentimentos de autovalor relativos ao comportamento, aparência física, inteligência, com o Eu emocional e o Eu social. Posteriormente, o mesmo autor, define auto-estima como a avaliação que o indivíduo faz a respeito do seu próprio valor com base em informações de pessoas que ele considera importantes (amigos, família e professores) e nas auto-percepções em diversos domínios (profissional, físico, familiar). 
A prática regular de exercícios físicos acarreta benefícios a…