Pular para o conteúdo principal

Dor nas costas? Mexa-se para melhorar!

Antes de seguir nesse texto lá vai a primeira e importantíssima sugestão: Se você sente dores nas coluna que incomodam no seu cotidiano, investigue! Vá ao médico, faça os exames necessários, descubra as origens dessas dores para fazer o tratamento mais adequado para resolver ou controlar o problema. E então, peça o aval do seu médico para realizar as atividades físicas. Atente que alguns médicos por excesso de cautela ou desinformação sobre a capacidade do profissional de educação física algumas vezes optam por não recomendar exercícios físicos para alguns casos, nessa situação, converse com seu professor e avaliem o caso, o personal trainer pode inclusive dialogar com seu médico e descobrir a causa da "proibição'.

As dores nas costas podem ter diversas origens, as mais comuns ocorrem por fragilidade e/ou encurtamento da musculatura dorsal, vícios posturais, obesidade, abdome enfraquecido. Ainda, no trabalho, onde os esforços repetitivos, carregamento de pesos, trabalho por longos períodos sentado ou em pé também trazem danos a saúde da coluna vertebral. Tais desequilíbrios e desvios posturais podem trazer problemas mais sérios e de tratamento mais complexo como hérnias.

A atividade física bem orientada por profissionais qualificados podem trazer bastantes benefícios e em muitos casos livrá-lo da dor nas costas, justamente por tratar da causa desses incômodos. As modalidades podem ser as mais variadas e com objetivos distintos com foco na respiração, trabalho abdominal e condicionamento postural permitindo um fortalecimento e correção da musculatura dorsal e abdominal a ponto de evitar ou diminuir significativamente as dores. 
O treinamento funcional, também tem um foco importante para a musculatura CORE (que compreende abdome, pelve e dorsais), uma vez que os trabalhos voltados para sanar as assimetrias, ativar a musculatura profunda, muitas vezes pouco utilizada e encurtada, com exercícios proprioceptivos, trazem excelentes resultados nesse âmbito.

Outra modalidade de grande importância nesse combate a dor nas costas sem dúvida é a musculação. E aqui é uma daquelas onde alguns médicos usam de excesso de cautela. Pois é necessário um cuidado maior com relação a execução dos movimentos, controle de cargas, periodização frequência de treinos entre outros fatores. E se o paciente não dispõe desse acompanhamento especializado os riscos podem ser maiores que as vantagens. mas é inegável que um bom trabalho de força, e hipertrofia, aliado ao controle do peso evitam, controlam e até curam as dores na coluna.

Por fim, os alongamentos são sempre bem vindos, sessões de massagem e meditação (como técnicas Reiki ,e Yoga) são capazes de aliviar tensões relaxar a musculatura e descarregar muito do estresse que o cotidiano nos trás e debilitam nossa saúde.
Em grande parte das situações as dores não são incapacitantes, mas apenas um alerta! Um sinal para que esse corpo se movimente. Mas se movimente de maneira correta e orientada, com prazer e sem pressões de trabalho ou estudos. Usar o exercício físico como uma válvula de escape pode ser um santo remédio.





Postagens mais visitadas deste blog

Em 2018 qual valor cobrar para o serviço de personal trainer?

VALOR DE SERVIÇOS PARA PERSONAL TRAINER



2018 está chegando e com ele surge uma dúvida: Qual valor cobrar pelos serviços prestados? O Personal Trainer, profissional de educação física, contratado para o atendimento exclusivo na avaliação, prescrição e acompanhamento de treinamento, deve estar atento ao cenário econômico atual ao repassar os valores dos seus serviços para o mercado fitness brasileiro. Como todo profissional autônomo , a manutenção dos custos para o desenvolver da função do personal trainer devem ser mantidos através da captação de recursos financeiros pela prestação dos serviços ofertados. Sendo assim, a sugestão é indexar esses serviços em um índice relevante na economia nacional. A sugestão desse artigo, como possível índice indexador é o salário mínimo nacional, que em 2018 passa a ser de R$ 969,00 (Novecentos e sessenta e nove reais), por um total de 12 treinos assistidos durante o mês; com esse dado chegaremos a um valor médio de hora aula de R$ 80,75 ( Oitenta reais…

IMC não reflete a composição corporal

Entenda de uma vez por todas que  1 kilo vai ser sempre 1 kilo  e pronto!  não é que um "pesa mais que o outro", mas sim uma questão de densidade. A densidade relaciona a massa de um material ao volume que ele ocupa
É significativa a diferença entre massa e volume da gordura e do músculo.  Porém, ao comparar músculo e gordura, chega-se à seguinte conclusão: o músculo é muito mais compacto. Um quilo de gordura é mais volumoso, ocupando muito mais espaço.
Veja bem 100 kilos de músculos ocupam menos espaço comparados com os mesmos 100 kilos de gordura. E no entanto ambos tem o mesmo IMC.










Impacto da prática de exercícios físicos sobre a variável psicológica da auto estima

Você sabe o que é auto estima? Tem idéia da relação que existe entre a prática regular de exercício físico e a variável psicológica da auto estima?

Rosenberg & Simmons (1972, cit. em Batista, 1995) referem que a auto-estima é um constructo  (constructo -substantivo masculino 1construção puramente mental, criada a partir de elementos mais simples, para ser parte de uma teoria. 2.psicobjeto de percepção ou pensamento formado pela combinação de impressões passadas e presentes.)multidimensional, que reflete todos os sentimentos de autovalor relativos ao comportamento, aparência física, inteligência, com o Eu emocional e o Eu social. Posteriormente, o mesmo autor, define auto-estima como a avaliação que o indivíduo faz a respeito do seu próprio valor com base em informações de pessoas que ele considera importantes (amigos, família e professores) e nas auto-percepções em diversos domínios (profissional, físico, familiar). 
A prática regular de exercícios físicos acarreta benefícios a…