Pular para o conteúdo principal

Correr é a melhor forma de perder a barriga?

Se você acha que correr é a melhor forma de "perder a barriga " eu te digo que não é a melhor forma e que  melhores resultados vão depender da maneira como você corre !

A corrida de longa duração e intensidade moderada e  constante (assim como qualquer exercício muito prolongado) aumentam o apetite e frequentemente este é maior  à quantidade de calorias queimadas durante a prática da atividade desse tipo.
Uma pessoa comum que decide praticar corrida para emagrecer, com uma certa frequência vai acabar comendo mais do que deveria. Novamente, correr perde barriga mas também aumenta o apetite,  sem falar num  fenômeno chamado de “síndrome do merecimento”,ou da compensação.
Funciona assim:
  • Sujeito pratica a corrida
  • Fome aumenta
  • Sujeito acha que por ter corrido, pode se dar ao luxo de comer um pouco mais
  • Cria o hábito de abrir exceções por conta dessa “compensação”
  • O ciclo se repete e os quilos (e a barriga) não vão embora
E isso é comprovado por estudos científicos.

Mas então qual a melhor forma de perder barriga?

Se já sabe-se que o mantra “correr perde barriga” não é tão garantido assim, o  que resolve?
Correr,    mas.....Calma. É o jeito que você corre.
Porque correr perde barriga quando você faz os chamados sprints.
Sprint é uma arrancada, onde você fará esforço máximo ou submáximo em tiros, com duração que pode variar de 30 a 45 segundos 1 minuto.
Como funciona: 
1- Correr em tiros faz você produzir quantidades elevadas do hormônio do crescimento (GH). Esse hormônio ajuda a construir musculatura, queimar gordura e manter você jovem. Basta ver que muita gente paga milhares de reais por injeções de GH. Então comece a correr em sprints que você consegue seu GH grátis! 
2- Correr em sprints também resulta em consumo de oxigênio pós exercício aumentado, o chamado efeito “afterburner”. O que é isso? Em resumo, você queima gordura por diversas horas após os sprints. Ao passo que correr normalmente só queima gordura naquele momento. Quando você para, a queima para junto. Ou seja, fazendo sprints você obtém mais por menos. 
3- Correr em sprints previne o gasto muscular. Como uma imagem vale mais do que mil palavras, confira as aparências de um velocista versus a de um maratonista, e tire suas conclusões:

Qual dessas formas físicas você prefere?
E é desejável que você preserve o máximo de musculatura possível.
Quanto mais músculos você tiver, mais rápido será o seu metabolismo, e aí sim, você será capaz de queimar aquela gordura que teima em aumentar sua pança.
Mais além, será mais fácil a manutenção no longo prazo.
Tenha em mente porém, que construção muscular é trabalho duro. Não tem atalho. E perder essa musculatura é fácil, especialmente se você correr por longos quilômetros.

Conclusão

Bom, está aí a realidade.
Correr perde barriga sim, mas depende da forma como você faz. Pensando como todo mundo pensa (certeza que a palavra esteira apareceu na sua mente), será mais fácil você perder músculo do que barriga.
Não esqueça que 80% do emagrecimento é dieta.
Se correr, procure exercícios curtos e intensos, como os sprints e o hiit.
E melhor ainda, adicione alguma forma de treino de força na sua rotina (leia-se musculação).
E assim você terá as melhores chances de obter os resultados que tanto deseja.


Referências:
http://comeceaemagrecer.com.br/correr-perde-barriga/

Postagens mais visitadas deste blog

Em 2018 qual valor cobrar para o serviço de personal trainer?

VALOR DE SERVIÇOS PARA PERSONAL TRAINER



2018 está chegando e com ele surge uma dúvida: Qual valor cobrar pelos serviços prestados? O Personal Trainer, profissional de educação física, contratado para o atendimento exclusivo na avaliação, prescrição e acompanhamento de treinamento, deve estar atento ao cenário econômico atual ao repassar os valores dos seus serviços para o mercado fitness brasileiro. Como todo profissional autônomo , a manutenção dos custos para o desenvolver da função do personal trainer devem ser mantidos através da captação de recursos financeiros pela prestação dos serviços ofertados. Sendo assim, a sugestão é indexar esses serviços em um índice relevante na economia nacional. A sugestão desse artigo, como possível índice indexador é o salário mínimo nacional, que em 2018 passa a ser de R$ 969,00 (Novecentos e sessenta e nove reais), por um total de 12 treinos assistidos durante o mês; com esse dado chegaremos a um valor médio de hora aula de R$ 80,75 ( Oitenta reais…

IMC não reflete a composição corporal

Entenda de uma vez por todas que  1 kilo vai ser sempre 1 kilo  e pronto!  não é que um "pesa mais que o outro", mas sim uma questão de densidade. A densidade relaciona a massa de um material ao volume que ele ocupa
É significativa a diferença entre massa e volume da gordura e do músculo.  Porém, ao comparar músculo e gordura, chega-se à seguinte conclusão: o músculo é muito mais compacto. Um quilo de gordura é mais volumoso, ocupando muito mais espaço.
Veja bem 100 kilos de músculos ocupam menos espaço comparados com os mesmos 100 kilos de gordura. E no entanto ambos tem o mesmo IMC.










Impacto da prática de exercícios físicos sobre a variável psicológica da auto estima

Você sabe o que é auto estima? Tem idéia da relação que existe entre a prática regular de exercício físico e a variável psicológica da auto estima?

Rosenberg & Simmons (1972, cit. em Batista, 1995) referem que a auto-estima é um constructo  (constructo -substantivo masculino 1construção puramente mental, criada a partir de elementos mais simples, para ser parte de uma teoria. 2.psicobjeto de percepção ou pensamento formado pela combinação de impressões passadas e presentes.)multidimensional, que reflete todos os sentimentos de autovalor relativos ao comportamento, aparência física, inteligência, com o Eu emocional e o Eu social. Posteriormente, o mesmo autor, define auto-estima como a avaliação que o indivíduo faz a respeito do seu próprio valor com base em informações de pessoas que ele considera importantes (amigos, família e professores) e nas auto-percepções em diversos domínios (profissional, físico, familiar). 
A prática regular de exercícios físicos acarreta benefícios a…