Pular para o conteúdo principal

portal educação



Lydia Guerreiro

Graduada em Educacao Fisica pela UERJ e Universidade Nove de Julho (UNINOVE), devidamente registrada no Conselho Regional de Educacao Fisica do Estado de Sao Paulo (CREF 093625-G/SP). Alem da graduacao como Licenciada e Bacharel em Educacao Fisica tambem tenho formacao em Gestao de clubes e eventos esportivos. Atuo no segmento do Fitness e como Personal Trainer.



Saiba tudo sobre HIIT

Tabata Training


Protocolo desenvolvido em 1996 pelo Dr. Izumi Tabata, consiste basicamente em 8 séries de um ou mais de um exercícios com duração de 20 segundos para cada série com 10 segundos de descanso. Tempo total 4 minutos. Dr. Tabata e sua equipe concluíram que indivíduos que usaram esta técnica de 4 a 5 vezes por semana, tiveram uma melhora na sua capacidade aeróbia em 14% e na capacidade anaeróbia em 28%. A eficácia deste protocolo está principalmente por ter um período de descanso muito reduzido. Este método de treinamento aparentemente fácil foi desenvolvido para atletas Olímpicos, trata-se de um regime de treino muito intenso em que os níveis de glicogênio muscular baixam bastante e os de ácido láctico aumentam.


Este treinamento pode ser feito com pesos livres, USB, UGI BAll, S3, com exercícios funcionais, e quase tudo que você possa imaginar, gerando assim diversos estímulos! Alto gasto calórico! 


Little Method


Desenvolvido em 2009 pelo Dr. Johnathan Little e Martin Gibala. O protocolo prevê 60 segundos de alta intensidade alternados por 75 segundos de baixa intensidade em um total de 12 ciclos totalizando em torno de 27 minutos de treino. Recomendado 3 vezes na semana. Indicado para indivíduos em nível intermediário de condicionamento.


Turbulence Training 


Turbulence training foi desenvolvido pelo fisiologista Craig Ballantyne. Envolve oito repetições de treinamento com peso alternado com de um a dois minutos de cardio. O protocolo alterna repetições lentas com peso alternadas como intenso trabalho de cardio. Tempo máximo desse treino são 45 minutos três vezes na semana.


Turbulence Training é recomendado para aqueles que não têm muito tempo e desejam associar trabalho de força com carga elevada em sua rotina.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em 2018 qual valor cobrar para o serviço de personal trainer?

VALOR DE SERVIÇOS PARA PERSONAL TRAINER



2018 está chegando e com ele surge uma dúvida: Qual valor cobrar pelos serviços prestados? O Personal Trainer, profissional de educação física, contratado para o atendimento exclusivo na avaliação, prescrição e acompanhamento de treinamento, deve estar atento ao cenário econômico atual ao repassar os valores dos seus serviços para o mercado fitness brasileiro. Como todo profissional autônomo , a manutenção dos custos para o desenvolver da função do personal trainer devem ser mantidos através da captação de recursos financeiros pela prestação dos serviços ofertados. Sendo assim, a sugestão é indexar esses serviços em um índice relevante na economia nacional. A sugestão desse artigo, como possível índice indexador é o salário mínimo nacional, que em 2018 passa a ser de R$ 969,00 (Novecentos e sessenta e nove reais), por um total de 12 treinos assistidos durante o mês; com esse dado chegaremos a um valor médio de hora aula de R$ 80,75 ( Oitenta reais…

IMC não reflete a composição corporal

Entenda de uma vez por todas que  1 kilo vai ser sempre 1 kilo  e pronto!  não é que um "pesa mais que o outro", mas sim uma questão de densidade. A densidade relaciona a massa de um material ao volume que ele ocupa
É significativa a diferença entre massa e volume da gordura e do músculo.  Porém, ao comparar músculo e gordura, chega-se à seguinte conclusão: o músculo é muito mais compacto. Um quilo de gordura é mais volumoso, ocupando muito mais espaço.
Veja bem 100 kilos de músculos ocupam menos espaço comparados com os mesmos 100 kilos de gordura. E no entanto ambos tem o mesmo IMC.










Autoestima e Exercícios

Chegou a hora de acabar de vez com a falsa ideia de que temos que estar insatisfeitos com nossos corpos para praticar exercícios. De onde tiramos isso? Provavelmente, do mesmo lugar de onde tiramos a conclusão de que comer um "docinho" nos obriga a malhar por horas e horas.Desde quando aderir a um programa de exercícios orientado está diretamente relacionado a não gostar da sua autoimagem e ficar se policiando o tempo inteiro?  Praticar exercícios regularmente, ao contrário, tem tudo a ver com se amar e se cuidar.Torne isso um hábitoA realidade, no entanto, é que, de fato, muitos de nós começam a fazer exercícios por estarmos insatisfeitos com nosso corpo, por valorizarmos nossos defeitos, ao invés vez de contemplarmos nossas qualidades.O que é difícil de perceber é que esse julgamento super crítico de si mesmo pode atrapalhar ao invés de ajudar. Uma ansiedade por um resultado fora da realidade ou em um "estalar de dedos" favorece uma frustração um motivo comum pa…